Tipos de namorados ciumentos

Me afastei de uma amiga mesmo sem ter feito nada errado

2020.10.05 03:42 danilo06020 Me afastei de uma amiga mesmo sem ter feito nada errado

Nós já nos conhecíamos a praticamente 2 anos, mas a nossa relação era muito próxima, me sentia como a conhecesse a décadas. Desde de o primeiro dia que a conheci eu sabia que ela tinha namorado (mora em outra cidade), namorado esse que sempre demonstrou ciúmes de mim, mesmo sem nunca ter me visto ou falado comigo, eu sei disso por ela me dizia. Entretanto essa desconfiança dele é totalmente Infundada, porque eu nunca fiz sequer menção em demonstrar interesse nela, sempre fui respeitoso, até porque eu não sou Talarico. Mas no fundo eu gostava dela, porém como já dito, não podia demonstrar. E assim eu fiz, não demonstrei. O tempo passou e chegou a quarentena, eu pra não enlouquecer, comecei a praticar corrida, nas ruas mesmo. Ela também fez o mesmo, mas começou bem depois de mim, tipo 4 meses depois, semana retrasada. Eu ao perceber isso decidi combinar com ela para irmos juntos, já que era o mesmo trajeto de corrida, ela aceitou nós fomos 2 dias. No segundo dia ela recebeu uma ligação do namorado, o qual a perguntou onde ela estava e fazendo o que, ela disse que estava caminhando comigo, me parece que foi aí que tudo desandou, ele ligou mais algumas vezes ainda naquela tarde pra ela, ela me disse que ele estava com ciúmes e que não estava gostando daquilo. Dois dias depois a foto do perfil dela no WhatsApp sumiu, eu não via mais seus status, mandei mensagem ela não foi entregue, deduzi que fui bloqueado. No dia seguinte eu fui no Instagram a perguntar se ela tinha me bloqueado, ela disse que sim, que havia sido nescessário, ela disse que tinha brigado feio com o namorado e ele tinha mandado ela fazer isso, ela disse que não poderia manter a nossa amizade em troca do relacionamento dela. O namorado ciumento disse a ela que as pessoas nós viam com outros olhos, não como amigos, mas como casal e ela tinha de cortar isso se afastando de mim. Eu fiquei extremamente surpreso e garanti pra ela que a via apenas como uma amiga, mas já que ela achava isso a coisa certa a se fazer eu entendia e ainda a considerava uma amiga e disse "um dia a gente se vê numa dessas esquinas da vida'' "boa sorte com tudo''
Resumindo: perdi uma grande amiga, sem ter feito nada de errado 🤷
O que acham?
submitted by danilo06020 to desabafos [link] [comments]


2020.07.11 04:11 Isaiah40_28-31 Perdi minha amiga por causa do namorado dela - O que eu faço? Dá pra fazer alguma coisa?

Primeiramente, não tenho interesse amoroso nessa minha amiga. Ela é minha amiga, e uma melhores que já tive. Antes era só uma colega, uma amiga que não tinha muito contato, mas acabou que nessa quarentena nossa amizade cresceu bastante, e ela se tornou um grande ombro amigo com quem eu desabafava bastante.
Eu conversava bastante com ela, eu até contei de uma garota em quem tenho interesse pra ela. Aí às vezes eu mandava umas figurinhas pra ela de cantada e eu dizia que ficava com vontade de mandar pra tal garota que eu gosto. Tudo na brincadeira e muito saudável. Eu mandava aquelas figurinhas pq eu achava elas engraçadas. Eu confesso que eu tenho um jeito meio "carinhoso demais", mas nada do tipo chamar de amor, anjo, etc. Até pq eu não queria em hipótese alguma arrumar encrenca com gente comprometida.
Tá, aí uma dessas figurinhas que eu mandei pra ela, ela mandou pro namorado dela, tudo ok. Só que aí o namorado, que é uma criança ciumenta e idiota, perguntou pra ela de onde que ela tirou aquela figurinha, e aí ela explicou que ela tem um amigo (eu) que gosta de uma menina e fica com vontade de mandar aquelas figurinhas etc etc enfim, isso que eu já contei pra vcs. Essa história toda tem algumas semanas.
Então, decidimos que diminuiríamos a frequência das nossas conversas. Isso foi meio difícil, pq realmente ela é minha amiga do coração e bem confiável, ela sabe e me aconselhar bem quando tô triste, e diminuir essas conversas me fez me sentir bem mal.
Agora, tinha mandado algumas mensagens pra ela, daí passou algumas horas dps da conversa encerrada, recebo a mensagem que ela não quer que eu mande mais mensagens pra ela!!
Me senti ansioso, boca ressecou e tive um pouco de diarreia agora. Simplesmente não posso falar com ela nunca mais!!!! E TUDO PQ O IDIOTA LÁ É CIUMENTO!! Eu mal tenho amigos, e quando tenho, aparecem esses IMBECIS pra atrapalhar minha vida!! Aparecem eles pra tirar meus amigos de mim!!
Repito, tenho um total de zero sentimentos/interesses por ela. Ela é minha amiga, tínhamos uma amizade que eu gostava muito, e isso acabou.
A questão é: como proceder?? O que eu faço?? Estou muito triste e não sei como lidar com uma perda dessas... Não é a primeira vez que isso acontece...
submitted by Isaiah40_28-31 to desabafos [link] [comments]


2019.06.27 22:40 Throwitawaybigboyo Eu fiz umas coisas ruins e preciso ouvir umas verdades e uns conselhos (Longo)

Eu estou num relacionamento faz uns quatro anos; Terminamos uma vez ano retrasado e quase terminamos de novo esse ano. A primeira vez que terminamos eu conheci outra garota, que vou chamar de K. Conversamos bastante, fizemos muita amizade, rolou um interesse
Mas aí minha namorada quis voltar comigo e acho que de um jeito meio distorcido eu amo ela, então decidi voltar, magoando a garota que conheci que estava gostando (E muito) de mim, e que eu gostava um tanto também. Mas eu e a K continuamos amigos apesar disso.
Fast forward um ano e meio, meu relacionamento ficou um inferno (quando digo inferno digo praticamente terminando quase todo dia) por algumas semanas e isso me deixou extremamente triste e vulnerável, e eu queria muito terminar meu namoro mas, eu simplesmente não consegui. Aí uma terceira pessoa apareceu na minha vida, que vamos chamar de D. D foi extremamente legal comigo, a gente se identificou quase que instantaneamente, e grande choque, eu acabei me apaixonando por ela, e, de acordo com ela, ela se apaixonou por mim também. Então eu decidi que iria terminar assim que conseguisse, porque na época meu namoro estava um inferno, e ela, que estava num "proto-relacionamento" terminaria o dela. Mas eu não consegui terminar, e ela aparentemente só se aprofundou ainda mais no dela, ao ponto de que praticamente não me responde em lugar algum. Quando responde diz que me ama e que quer se livrar de tudo isso mas, né, ler todas as minhas mensagens e responder uns 5% delas não é uma postura muito condizente com esse tipo de afirmação eu acho.
E aí, de repente minha namorada começou a reconhecer altos erros que cometia comigo e me tratar melhor (Substancialmente melhor), e eu sei que mesmo do jeito ciumento e honestamente um pouco abusivo dela, ela me ama muito. Mas agora eu me sinto um merda de tentar voltar a amar ela como ela me ama depois de me apaixonar sinceramente por outra pessoa, e um merda porque a pessoa por quem me apaixonei de repente me ignora o tempo todo. E eu realmente queria voltar a amar minha namorada como se nada tivesse acontecido e nossas brigas não tivessem fodido Muito com a minha cabeça e com o nosso relacionamento.
Acontecimento mais recente, ontem estava falando com a K sobre o motivo de eu estar tão triste assim esses dias, e eu estava crente de que tudo estava tranquilo, então me senti confiante o suficiente pra contar a história toda pra ela
Resultado ela me odeia porque aparentemente ainda me amava e me acha um lixo, falado com todas as palavras. Recebi vários insultos pela primeira vez e me bloqueou em tudo. E, honestamente, não me sinto em posição de tipo negar isso. Eu fui um bosta com ela. Disso eu tenho certeza. Tipo mesmo depois de só amigos por um longo tempo e eu dizendo muito claramente que a gente nunca daria certo mesmo se eu tivesse terminado, acho que depois de me ouvir falar tanto sobre como meu relacionamento talvez ela esperasse que eu fosse terminar e ficar com ela? Não sei, mas saber que acabei me apaixonando pela D fez ela ficar absolutamente balística e simplesmente vazar.
A pior parte é que sinceramente eu queria muito não machucar ninguém, eu me importo com todas essas pessoas, mesmo que isso seja um pouco difícil de acreditar dadas a maneira como me comportei. E por tentar não machucar ninguém eu acabei fodendo tudo de um jeito ou de outro, fazendo uma garota (K) se apaixonar por mim e aí abandonando ela porque tive medo de dizer não antes, emocionalmente traindo a minha namorada no meu pior momento de solidão (O que fodeu meu relacionamento pra mim) e me apaixonando por alguém que evidentemente não liga pra mim apesar de não ser uma pessoa malvada (E fazendo ela se sentir culpada por emocionalmente trair o proto-namorado dela também)
E agora estou aqui. Não terminei meu namoro, queria muito que por alguma magia tudo mudasse e desse certo. Mas não contei nada também, e isso está acabando comigo. Já decidi que vou procurar apoio psicológico profissional, mas queria talvez deixar algumas pessoas desconhecidas opinarem sem parcialidade e talvez darem conselhos.
Não se preocupem em tipo, serem reais demais, eu não corro risco nenhum de fazer alguma besteira. Podem ser o quão reais precisarem.
Agradeço por lerem até aqui e lembrem que quando fizerem alguma bosta menor, pelo menos não são eu
submitted by Throwitawaybigboyo to desabafos [link] [comments]


2016.04.25 23:48 Kelvien /r/Brasil, me ajude com os problemas psicológicos de minha mãe?

Hello /Brasil, beleza?
Fiz este post para compartilhar um problemão que tenho e que a meses fantasio em vir pedir ajuda a vocês. Peço compreensão de vocês, haja visto que é um problema que ocorre a muito tempo e se fosse contar tudo, daria um livro. Tentarei ser breve e direi o que acho importante. (tempo de leitura, 7 minutos)
Antes de tudo, não é um texto para fazer suspense; o próprio título já diz, minha mãe tem problemas psicológicos e preciso pensar em formas de ajuda-la.
Vou compartilhar a história dela (brevemente) para vocês entenderem o background e poderem opinar. Here we go:
Minha mãe casou "cedo" com meu pai, em seus mid-twenties e como em sua época (anos 80) não havia tanto acesso a informação como hoje, tantos livros de desenvolvimento de confiança e afins ela acabou por desenvolver uma enorme dependência emocional por meu pai. Não que ela fosse uma total desequilibrada, porém, sempre houve uma dependência por ele.
Meu pai, um militar ciumento, conversou com minha mãe e disse que não gostaria que sua esposa fosse trabalhar, deveria ser uma stay-at-home mom, baseando sua decisão em seus ciúmes. Minha mãe concordou e após dois anos de casados, eles tiveram filhos. No caso, um deles é o kelvien :)
Como minha mãe ficava sempre em casa, cuidando de mim e de meus irmãos, suas amizades eram as amizades de meu pai e sua família. Fast-forward alguns anos e os irmãos de minha mãe foram morar fora, seu pai faleceu e as únicas pessoas da família dela que continuaram na cidade é sua irmã anti-social e sua mãe bitolada na religião católica que torna quase impossível manter uma conversa. Restou à minha mãe se "apegar" à sua nova família (eu, meus irmãos e meu pai).
Quando eu (o mais novo) fiz 10 anos, meu pai morreu. O que para mim significou enorme tristeza e o desafio de desenvolver minha personalidade sem a presença de um homem em casa.; para minha mãe, significou o fim. Meu pai era a base de minha mãe. Era seu apoio psicológico, financeiro (graças a Deus e a todos outros fatores envolvidos recebemos herança de meu pai, senão estaríamos fu$#dos), e para quem minha mãe vivia. Quando meu pai faleceu, uma parte de minha mãe faleceu também. Me dói assumir isso, mas é a verdade. Ela jamais desenvolveu uma autossuficiência no que tange seu emocional e quando meu pai morreu, seu psicológico desandou mais ainda. Até hoje (12 anos após meu pai falecer) se eu tocar no nome dele aqui em casa, ela vai chorar muito. Não estou dizendo que isso é errado, se você conversar comigo 30 minutos sobre pais e eu começar a falar do meu, certamente derramarei algumas lágrimas, mas isso não vai me afetar a ponto de ter problemas mentais.
Continuando a história...minha mãe neste ponto (o já longínquo ano de 2004) não tem alguém para chamar de amigo, sua irmã e sua mãe que são seus únicos familiares na cidade são pessoas insustentáveis para manter um relacionamento de amizade e ela não tem uma profissão, tampouco inteligência emocional para lidar com a situação.
Ela, mais uma vez, foca em sua nova família que está sendo desenvolvida. Apesar das inúmeras perda de controle de minha mãe, apesar dos constantes remédios controlados (tarja preta) para dormir, e apesar de ela tentar dormir o máximo possível para o dia passar, ela consegue nos criar muito bem. Vide, situações passadas por ela.
Meu irmão é funcionário público federal e eu estadual. Meu irmão foi morar em outro estado e eu fiquei morando com minha mãe.
Neste momento da história, estamos no "atualmente". Isso me traz ao motivo de fazer o post. Não conheço basicamente ninguém aqui do /brasil, mas vocês são alguém a recorrer. Vim como desabafo, pedir ajuda a vocês, pois, o que tenho visto minha mãe viver, me dá um "nó na garganta" que é quase insuportável.
Ela mesmo não esconde que tem problemas, que sua vida está sendo dificil, e já falou pra mim que já pensou até em suicídio. Contudo, ela diz que não expoe isso a nenhum profissional (psiquiatra) pois vão julga-la como "louca" e irão interna-la. Isso em suas próprias palavras. As vezes ela sai no final de semana com uma colega que tem para tentar arrumar um namorado/alguém que dê a ela estabilidade emocional. Obviamente, não dá certo. Isso é algo que ela tem que desenvolver em si, não pode esperar isso dos outros.
Já tentei fazer diversas abordagens diferentes com ela, tentar ajuda-la mostrando que ela tem que desenvolver isso em si, dei livros sobre o assunto, tentei mostrar até meditação mas ela é cética e não procura evoluir seu ser. E eu...bem, já não sei mais o que fazer.
Mas, estou cansado de ver minha mãe triste, sabe? Cansado de saber que ela chora escondido, cansado de ver minha mãe apenas...existindo. Sinto que tenho total responsabilidade em fazer algo por ela, mas, não sei o que. O clima que ela deixa em casa, é MUITO pesado. Se eu disser UMA palavra errada com ela, sem pensar, ela vai querer brigar e vai ser a pessoa irracional que é.
Hoje estava pensando naquelas casas de repouso, sabe? Já ouvi falar quando era menor. Um local, onde você paga um preço mensal alto (R$3,000+) e deixa seus pais morando. Um local com assistência médica, psicológica, eventos divertidos para ela, atividades para desenvolver a confiança...coisas do gênero. Acho que seria legal isso pra ela. Melhor do que ficar aqui em casa, sendo a pessoa triste e depressiva, dependente de remédios que ela é. Mas, todos que encontrei aqui, são asilos com locais que eu não tenho coragem de pagar para ela.
Enfim, pessoal, não sei exatamente o que fazer então vim ao reddit pedir a ajuda de vocês. Conhecem alguém nesta situação ou que já passou por isso? Recomendam-me algo? Desde já, agradeço muuuuuuuito, do fundo do coração, a todos aqueles que dedicaram 10 minutos do seu dia para ler minha realidade. Não sinto exatamente prazer em compartilhar isso com vocês, já que é triste, mas, fico feliz que eu viva em uma época onde posso colocar isso em um site e pessoas de bem irão ler e tentarão ajudar. Isso conforta meu coração :)
Só um adendo: minha mãe é beem orgulhosa e para colocar ela em uma instituição do tipo que eu disse, seria um desafio grande, mas é o que penso no momento (Embora não tenha encontrado nenhuma por aqui)
Tenha uma boa noite todos vocês! (:
TLDR; Minha mãe tem problemas psicológicos, nunca desenvolveu sua inteligência emocional e hoje, não tem objetivo nenhum de vida; é uma pessoa depressiva e que não faz muita coisa durante o dia inteiro além de chorar escondida, help pls reddit!
submitted by Kelvien to brasil [link] [comments]